Assufsm tem primeira reunião virtual com nova gestão da UFSM

A Coordenação da Assufsm esteve reunida virtualmente, pela primeira vez, com a nova gestão da UFSM, na manhã do dia 29 de dezembro para iniciar o diálogo de temas importantes para a categoria de Técnico Administrativos e Administrativas em Educação da Universidade.

Dentre as pautas estavam a Flexibilização da Jornada de Trabalho, a Instrução Normativa 65 (teletrabalho), horário de verão e a construção de uma Comissão Permanente de Discussão com a gestão.

Em avaliação feita pela Coordenadora Geral da Assufsm Loiva Chansis, a reunião com a gestão foi positiva.

“Nós pudemos ver que os presentes se mostraram sensíveis e atentos as nossas pautas e pedidos. Mas queremos dizer para todos e todas que estaremos em alerta e cobrando para que tenhamos diálogo permanente com a gestão da UFSM e para que nossas pautas sejam ouvidas e atendidas também”, afirma a Coordenadora.

Além de Loiva, estiveram presentes a Coordenadora Geral Tania Flores, o Coordenador de Formação Política e Sindical Eloiz Cristino e a Coordenadora Jurídica e de Relações de Trabalho Cerlene Machado, a Tita, a qual relata que o sindicato realizou contrapropostas na questão do horário de verão e na flexibilização da jornada de trabalho.

“Não desistimos de manter a flexibilização. Já quanto ao horário de verão, definimos que os jurídicos da UFSM e da Assufsm irão se reunir para resolver a questão”, informa Tita.

Outra pauta também discutida em reunião virtual foi sobre a Instrução Normativa 65, que trata sobre o teletrabalho. A Coordenação da Assufsm pediu que a Comissão da IN 65, criada pela UFSM, mantenha a paridade das entidades representativas, ponto que a gestão afirma que será necessário o retorno do pedido ao Conselho, para a avaliação da proposta. Outro encaminhamento foi de realizar uma live com todas as entidades sindicais para se debater sobre a IN 65 e também que uma Audiência Pública seja realizada sobre o tema. As datas da live e da audiência serão informados tão logo forem definidas.

Para finalizar, a Coordenação do Sindicato pede para a nova gestão da UFSM que os pedidos, as propostas, o diálogo permanente e a categoria de TAEs da Universidade seja respeitada.

Postagens recentes

Geral

CNG em ação: 1 mês de GREVE!

Na tarde desta quinta-feira, 11 de abril, aconteceu mais uma reunião do Comando Nacional de Greve (CNG). Foi lembrado que a greve da FASUBRA completou

Ler mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *