FASUBRA participa de ato em defesa dos serviços públicos e da democracia na Câmara

As entidades do Fonasefe, entre elas a FASUBRA, e centrais promoveram um ato em defesa do serviço público e da democracia, no plenário 12 da Câmara dos Deputados(as), na manhã de quarta-feira (3/8). A atividade faz parte da Jornada de Lutas que busca a recomposição salarial dos servidores(as) públicos(as) federais. As trabalhadoras e trabalhadores pressionam parlamentares para que haja previsão no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023. Deputadas e deputados federais que defendem a luta dos servidores participaram do ato.

O coordenador-geral da FASUBRA Antonio Alves Alves, o Toninho lembrou que a luta da classe trabalhadora começou no primeiro dia do governo Bolsonaro.

“É um momento histórico do país e eu diria que a nossa luta não começa no dia 11 de agosto (ato nacional Fora Bolsonaro e por Eleições Livres) e nessa Jornada de Lutas. A nossa luta começou no dia 1º de janeiro de 2019, quando vimos um governo declarar guerra contra o serviço público brasileiro, contra setores decisivos do país, como o Supremo Tribunal Federal. Declarar uma guerra cultural contra as universidades públicas, contra os cientistas. Além de declarar guerra contra as mulheres, os negros, os LGBTIs e toda comunidade que é minoria desse país”, destacou.

Veja o vídeo na íntegra: https://bit.ly/3vF7e2e.

Durante toda a semana as entidades que compõem o Fonasefe realizaram diversas atividades: recepção aos parlamentares no Aeroporto Internacional de Brasília, manifestação no Ministério da Economia, atos no Senado Federal e na Câmara dos Deputados, além da reunião com o Departamento de Relações de Trabalho no Serviço Público, ocorrida nesta terça-feira.

Veja o informe da reunião: https://bit.ly/3oPCZBK.

Texto e Foto: FASUBRA

Postagens recentes

Geral

14 de agosto –  Dia dos Pais

A Assufsm deseja a todos os Pais, responsáveis, mães solo, tios(as), avós e demais pessoas que realizam esse papel, um dia de muita alegria com

Ler mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.