Governo envia proposta de reajuste zero em 2024 e aumento dos auxílios a partir de maio

Conforme reunião da Mesa Nacional de Negociação Permanente, do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), realizada na segunda-feira, 18 de dezembro de 2023, o governo federal formalizou por email a proposta de reajuste dos benefícios e restruturação de carreiras dos servidores federais para os próximos anos.

No documento enviado na quinta-feira (21), o governo propõe o reajuste dos benefícios para 2024: de 52% no Auxílio Alimentação, passando para R$ 1.000,00; de 51% no valor do per capita da Saúde Suplementar; e de 51% no valor da Assistência Pré-escolar, passando para R$ 484,90, a partir de 1 de maio de 2024.

Consta também na proposta a reestruturação de carreiras/reajuste salarial para os próximos anos, de 9%, em duas parcelas iguais, sendo a primeira em maio de 2025 e a segunda em maio de 2026, perfazendo um total acumulado de 19,03% no período entre 2023 e 2026.

As entidades que representam os servidores do Executivo Federal afiliadas ao Fonacate devem se reunir na primeira semana de janeiro para preparar e enviar contraproposta ao governo até o dia 9 de janeiro de 2024.

Rudinei Marques, presidente do Fórum, lembra que a proposta não recompõe as perdas inflacionárias dos últimos anos e que se aproximam dos 30%. E destaca ainda a preocupação com os aposentados e pensionistas que não recebem auxilio alimentação e pré-escolar. “Vamos lutar para a recomposição das perdas já em 2024. Pois o que foi proposto para 2025 e 2026 irá cobrir tão somente as perdas projetadas para os respectivos exercícios.”

Acesse abaixo o documento enviado pelo governo.

Texto: FONACATE

Postagens recentes

Geral

CNSC avalia cenários

Na quinta-feira, 23 de maio, aconteceu a reunião da Comissão Nacional de Supervisão da Carreira (CNSC), na sede da FASUBRA. Em resposta ao encaminhamento do

Ler mais »

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *